Jornal Vascular Brasileiro
https://www.jvascbras.org/article/5df252440e8825642eb5f733
Jornal Vascular Brasileiro
Original Article

Avaliação através da ultra-sonografia duplex da medida de reestenose da carótida interna dos pacientes submetidos à endarterectomia aberta de bifurcação carotídea, com eversão parcial da carótida interna

Fábio Hüsemann Menezes, George Carchedi Luccas, Irene Akie Matsui, Andréa Cristina de Oliveira Quim dos Santos, Sandra Aparecida Ferreira Silveira

Downloads: 0
Views: 227

Resumo

Objetivo: O objetivo do presente trabalho é avaliar o percentual
de reestenose da carótida interna, medido pela ultra-sonografia duplex,
no pós-operatório de pacientes submetidos a uma variação técnica da
endarterectomia aberta de carótida interna.
Método: Foram submetidas a estudo ultra-sonográfico duplex
(avaliação em modo B e medidas de velocidades), 36 carótidas internas
(34 pacientes) operadas intencionalmente pela técnica de semieversão
ou eversão parcial da carótida interna.
Resultados: Encontrou-se a média de 22,9% de estenose medida
pela ultra-sonografia duplex nos pacientes do sexo feminino e 13,3%
nos pacientes masculinos (P = 0,034). Apenas uma paciente apresentou
estenose avaliada em 50% (2,8%).
Conclusões: Os autores concluem que a técnica de semi-eversão é
de execução rápida e simples, resultando em pouca estenose recorrente
da carótida interna.

Palavras-chave

endarterectomia das carótidas, estenoses carotídea, artéria carótida interna.
5df252440e8825642eb5f733 jvb Articles
Links & Downloads

J Vasc Bras

Share this page
Page Sections