Jornal Vascular Brasileiro
https://www.jvascbras.org/article/5e2218ea0e8825081d6d0102
Jornal Vascular Brasileiro
Original Article

Revascularização no pé em paciente com isquemia crítica

Foot revascularization in patients with critical limb ischemia

Airton Delduque Frankini, Marcus Vinicius C. Pezzella

Downloads: 0
Views: 467

Resumo

Objetivos: O objetivo deste trabalho retrospectivo é avaliar os resultados da revascularização em artérias do pé (pediosa, tibial posterior retromaleolar e plantar medial) em pacientes com isquemia crítica crônica das extremidades. Métodos: De um total de 190 revascularizações com uso de veia safena em pacientes com isquemia crítica das extremidades, a anastomose distal se situou em artérias do pé em 43 procedimentos (22,6%): 23 na artéria pediosa (53,5%), 16 na artéria tibial posterior retromaleolar (37,2%) e quatro na artéria plantar medial (9,3%). A lesão trófica esteve presente em 40 extremidades (93,0%), sendo o diabetes melito a doença associada mais freqüente (78,0%). A veia safena in situ foi empregada em 36 casos (83,7%). Resultados: Os resultados mostraram uma taxa de salvamento de membro, em 30 dias, de 81,4%. Oito amputações maiores (18,6%) foram registradas no período: três casos com derivação pérvia devido à progressão da infecção ou da gangrena, três casos devido à trombose da derivação com mau deságüe e dois casos devido à ligadura da derivação em função de sangramento da anastomose distal envolvida pelo processo infeccioso. Dois óbitos (4,6%) foram registrados no seguimento imediato, ambos com derivações pérvias. O seguimento tardio revelou perviedade em um e três anos igual a 58,1% e 39,5%, respectivamente, e taxa de salvamento de membro de 55,8% e de 46,5%, no mesmo período. Conclusões: Concluímos pela efetividade da realização de procedimentos de revascularização em artérias do pé, mesmo em casos onde a gangrena esteja presente, tendo em vista o alto índice de salvamento da extremidade que pode ser obtido.

Palavras-chave

arteriosclerose obliterante, artérias da tíbia, revascularização

Abstract

Objectives: The aim of this paper is to evaluate the results of foot arteries revascularization (dorsalis pedis, retromalleolar posterior tibial and medial plantar) in patients with critical limb ischemia. Methods: Of 190 saphenous vein bypass performed in patients with critical limb ischemia, distal anastomosis was performed in the arteries of the foot in 43 procedures (22.6%): 23 dorsalis pedis (53.5%), 16 retromalleolar posterior tibial (37.2%), and four in the medial plantar artery (9.3%). Trophic lesions were present in 40 feet (93.0%), and diabetes mellitus was the most frequent associated disease (78.0%). The saphenous vein was used in situ in 36 cases (83.7%). Results: The rate of limbs salvage was 81.4% at 30 days postoperative. Eight major amputations (18.6%) were recorded: three cases with patent bypass, due to progressive infection or gangrene, three cases with thrombosis of the bypass, due to poor outflow, and two cases with ligation of the bypass due to bleeding from the distal anastomosis caused by serious infection. Two deaths (4.6%) were registered, both with patent bypass. Long-term follow-up showed patency of 58.1% and 39.5% at one and three years, and rates of limb salvage of 55.8% and 46.5% in the same period. Conclusions: We conclude that these revascularizations of the arteries of the foot are useful even in the presence of gangrene, because of the high rate of limb salvage.

Keywords

arteriosclerosis obliterans, tibial arteries, revascularization
Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)"> Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)">
5e2218ea0e8825081d6d0102 jvb Articles
Links & Downloads

J Vasc Bras

Share this page
Page Sections