Jornal Vascular Brasileiro
https://www.jvascbras.org/article/doi/10.1590/S1677-54492009000200007
Jornal Vascular Brasileiro
Original Article

Resultados da cirurgia do aneurisma da aorta abdominal em pacientes jovens

Telmo P. Bonamigo; Márcio Luís Lucas; Lígia Caon Pereira

Downloads: 0
Views: 880

Resumo

CONTEXTO: A presença de aneurisma da aorta abdominal (AAA) é rara em pacientes jovens. OBJETIVO: Avaliar os resultados da cirurgia do AAA em pacientes com idade < 50 anos. MÉTODOS: De junho de 1979 a janeiro de 2008, 946 pacientes foram operados eletivamente do AAA infrarrenal pelo primeiro autor. Desses, 13 pacientes (1,4%) tinham idade < 50 anos no momento da cirurgia. Foram analisadas as características demográficas e cirúrgicas bem como os resultados precoces e tardios da cirurgia nesses pacientes. RESULTADOS: A média de idade foi 46±3,4 anos (variando de 43 a 50 anos), sendo a maioria homens (76,9%), hipertensos (76,9%) e tabagistas (61,5%). Não ocorreu nenhum óbito perioperatório, e a morbidade cirúrgica atingiu dois pacientes (15,4%) (um paciente com infecção respiratória e outro com angina instável). O seguimento mediano foi de 85,5 meses, ocorrendo dois óbitos devido a cardiopatia isquêmica em um paciente e acidente vascular cerebral em outro, durante o seguimento. CONCLUSÃO: A cirurgia do AAA é um procedimento seguro com bons resultados a longo prazo, pois, em nosso estudo, apresentou mortalidade perioperatória nula e boa sobrevida a longo prazo.

Palavras-chave

Aneurisma da aorta abdominal, pessoas jovens, cirurgia

References

Blanchard JF. Epidemiology of abdominal aortic aneurysms. Epidemiol Rev.. 1999;21:207-21.

Pleumeekers HJ, Hoes AW, van der Does E. Aneurysms of the abdominal aorta in older adults: the Rotterdam study. Am J Epidemiol.. 1995;142:1291-9.

Muluk SC, Gertler JP, Brewster DC. Presentation and patterns of aortic aneurysms in young patients. J Vasc Surg.. 1994;20:880-6; discussion 887-8.

Cherr GS, Edwards MS, Craven TE, et al. Survival of young patients after abdominal aortic aneurysm repair. J Vasc Surg.. 2002;35:94-9.

Copeland GP, Jones D, Walters M. POSSUM: a scoring system for surgical audit. Br J Surg.. 1991;78:355-60.

Mingoli A, Sapienza P, Feldhaus RJ, di Marzo L, Burchi C, Cavallaro A. Aortoiliofemoral bypass graft in young adults: long-term results in a series of sixty-eight patients. Surgery.. 1997;121:646-53.

Valentine RJ, Grayburn PA, Eichhorn EJ, Myers SI, Clagett GP. Coronary artery disease is highly prevalent among patients with premature peripheral vascular disease. J Vasc Surg.. 1994;19:668-74.

Martin GH, Allen RC, Noel BL. Carotid endarterectomy in patients less than 50 years old. J Vasc Surg.. 1997;26:447-54; discussion 454-5.

Bonamigo TP, Lucas ML, Erling Jr N. Tratamento cirúrgico dos aneurismas da aorta abdominal: existe diferença nos resultados entre homens e mulheres?. J Vasc Bras.. 2006;5(2):101-8.

Harris LM, Peer R, Curl GR, Pillai L, Upson J, Ricotta JJ. Long-term follow-up of patients with early atherosclerosis. J Vasc Surg.. 1996;23:576-80; discussion 581.

Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)"> Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)">
5ddfcbeb0e8825a1084ce1d5 jvb Articles
Links & Downloads

J Vasc Bras

Share this page
Page Sections