Jornal Vascular Brasileiro
https://www.jvascbras.org/article/doi/10.1590/S1677-54492009000300008
Jornal Vascular Brasileiro
Original Article

Alterações inflamatórias provocadas pelo metronidazol em feridas: estudo experimental em ratos

Cláudia Paraguaçu Pupo Sampaio; Maria de Lourdes Pessole Biondo-Simões; Lilian Cristine Teixeira Trindade; Rogério Estevam Farias; Rodrigo Jardim Pierin; Rafael César Martins

Downloads: 0
Views: 362

Resumo

CONTEXTO: Cerca de 2,7% da população brasileira tem úlceras crônicas nos pés e nas pernas, porcentagem que chega a 10% nos diabéticos e que representa a segunda causa de afastamento do trabalho no Brasil. Isso demonstra a necessidade de se encontrar um produto de baixo custo que favoreça a cicatrização dessas feridas. OBJETIVO: Avaliar os efeitos do metronidazol na cicatrização de feridas por segunda intenção. MÉTODOS: Utilizaram-se 80 ratos machos, em cujos dorsos se produziu uma ferida, distribuindo-se, os animais, em dois grupos de 40. Os ratos do grupo-controle tiveram suas feridas tratadas com solução de NaCl 0,9%, e os pertencentes ao grupo-experimento, com metronidazol 4%. No terceiro, sétimo, 14º e 21º dias, avaliou-se o processo cicatricial por parâmetros macroscópicos, histológicos e imunoistoquímicos. RESULTADOS: A concentração de colágeno foi maior nas cicatrizes dos animais do grupo-experimento em todos os tempos examinados. A concentração de colágeno do tipo I também foi significante no sétimo dia (p = 0,020) e no 21º dia (p = 0,016). O colágeno tipo III mostrou concentração semelhante nos tempos iniciais e apresentou-se com maior concentração no 21º dia (p = 0,005). A angiogênese, avaliada pelo anti-CD34, demonstrou maior número de vasos, no grupo-experimento, com diferença significante no terceiro dia (p < 0,001) e no 14º dia (p = 0,003). CONCLUSÃO: O metronidazol contribui para a cicatrização de feridas por segunda intenção, estimulando a produção de colágeno e a angiogênese.

Palavras-chave

Cicatrização de feridas, metronidazol, neovascularização fisiológica, colágeno, ratos

References

Mandelbaum SH, Di Santis EP, Mandelbaum MHS. Cicatrização: conceitos atuais e recursos auxiliares - Parte II. An Bras Dermatol.. 2003;78:525-40.

Ereno D. Curativo de borracha. Rev Pesq Fapesp. 2003;88.

Morais GF, Oliveira SH, Soares MJ. Avaliação de feridas pelos enfermeiros de instituições hospitalares da rede pública. Texto Contexto Enferm.. 2008;17:98-105.

Prasad D, Rao CM. Wound healing profiles of ketorolac, metronidazole and tinidazole administered post-surgically. Indian J Exp Biol.. 1995;33:845-7.

Mallikarjuna Rao C, Ghosh A, Raghothama C, Bairy KL. Does metronidazole reduce lipid peroxidation in burn injuries to promote healing?. Burns.. 2002;28:427-9.

Nicholson TJ, Armstrong D. Topical metronidazole (10 percent) decreases posthemorrhoidectomy pain and improves healing. Dis Colon Rectum.. 2004;47:711-6.

Pedrazzoli V, Kilian M, Karring T. Comparative clinical and microbiological effects of topical subgingival application of metronidazole 25% dental gel and scaling in the treatment of adult periodontitis. J Clin Periodontol.. 1992;19:715-22.

Branco-Neto MLC, Ribas-Filho JM, Malafaia O. Avaliação do extrato hidroalcoólico de Aroeira (Schinus terebenthifolius Raddi) no processo de cicatrização de feridas em pele de ratos. Acta Cir Bras.. 2006;21(^s2):17-22.

Garros IC, Campos ACL, Tâmbara EM. Extrato de Passiflora edulis na cicatrização de feridas cutâneas abertas em ratos: estudo morfológico e histológico. Acta Cir Bras.. 2006;21(^s3):55-65.

Amorim E, Matias JE, Coelho JC. Efeito do uso tópico do extrato aquoso de Orbignya phalerata (babaçu) na cicatrização de feridas cutâneas: estudo controlado em ratos. Acta Cir Bras.. 2006;21(^s2):66-7.

Sharp PE, La Regina MC. The laboratory rat. 1998.

Junqueira LC, Bignolas G, Bretani RR. Picrosirius staining plus polarization microscopy, a specific method for collagen detection in tissue sections. Histochem J.. 1979;11:447-55.

Hussein MR. Evaluation of angiogenesis in normal and lichen planus skin by CD34 protein immunohistochemistry: preliminary findings. Cell Biol Int.. 2007;31:1292-5.

Pisacane AM, Picciotto F, Risio M. CD31 and CD34 expression as immunohistochemical markers of endothelial transdifferentiation in human cutaneous melanoma. Cell Oncol.. 2007;29:59-66.

Shapiro SS, Wilk MB. A further development of tests for normality. Biometrika. 1930;22:239-49.

Fisher RA. On the mathematical foundation of theoretical statistics. Phil Trans R Soc Lon.. 1922;222:309-68.

Rao CM, George KM, Bairy KL, Somayaji SN. An appraisal of the healing profiles of oral and external (GEL) metronidazole on partial thickness burn wounds. Indian J Pharmacol.. 2002;32:282-7.

Girish MB, Patil PA. The influence of some azoles on wound healing in albino rats. Indian J Pharmacol.. 2005;37:247-50.

Borden EB, Sammartano RJ, Dembe C, Boley SJ. The effect of metronidazole on wound healing in rats. Surgery. 1985;97:331-6.

Stoltze K, Stellfeld M. Systemic absorption of metronidazole after application of a metronidazole 25% dental gel. J Clin Periodontol.. 1992;19:693-7.

Reed MJ, Corsa A, Pendergrass W, Penn P, Sage EH, Abrass IB. Neovascularization in aged mice: delayed angiogenesis is coincident with decreased levels of transforming growth factor beta1 and type I collagen. Am J Pathol.. 1998;152:113-23.

Ingber DE, Folkman J. Mechanochemical switching between growth and differentiation during fibroblast growth factor-stimulated angiogenesis in vitro: role of extracellular matrix. J Cell Biol.. 1989;109:317-30.

Poletti NA, Caliri MH, Simão CD, Juliani KB, Tácito VE. Feridas malignas: uma revisão de literatura. Rev Bras Cancerol.. 2002;48:411-7.

Kalinski C, Schnepf M, Laboy D. Effectiveness of a topical formulation containing metronidazole for wound odor and exudate control. Wounds. 2005;17:84-90.

5ddfbe570e88250a6661c40c jvb Articles
Links & Downloads

J Vasc Bras

Share this page
Page Sections