Jornal Vascular Brasileiro
https://www.jvascbras.org/article/doi/10.1590/S1677-54492010000100004
Jornal Vascular Brasileiro
Original Article

Tunelizador maleável moldável universal na cirurgia de revascularização do membro inferior isquêmico

Soft moldable universal tunneler in bypass surgery for lower limb ischemia

Fabio Henrique Rossi; Nilo Mitsuru Izukawa; Lannes Alberto Oliveira; Wilson Trópico; José Nicodemos Tobias; Akash Kuzhiparambil Prakasan; Heraldo Antônio Barbato

Downloads: 0
Views: 424

Resumo

Contexto: A revascularização do membro inferior isquêmico envolve a criação de túnel para a acomodação do enxerto vascular cujo trajeto e extensão dependem do local da anastomose proximal e distal do enxerto. Na atualidade, os tunelizadores utilizados consistem em estruturas cilíndricas metálicas rígidas. Objetivo: Testar a utilização de um tunelizador universal metálico e moldável na revascularização de membros inferiores isquêmicos. Métodos: O tunelizador desenvolvido consiste de uma estrutura cilíndrica híbrida e modular composta de fio de aço inoxidável moldável interno, com manopla em extremidade proximal, dupla ponta cônica intercambiável em extremidade distal e bainha cilíndrica externa de polietileno. O tunelizador foi utilizado em cirurgias de revascularização do membro inferior isquêmico, independentemente do tipo, trajeto e extensão do enxerto escolhido. Resultados: As características de maleabilidade e capacidade de deformação permitiram a adaptação e utilização do mesmo tunelizador nos diversos tipos de enxerto realizados. A ponta cônica distal com duplo diâmetro, intercambiável, permitiu que o mesmo aparato pudesse ser utilizado na cirurgia de revascularização com veia safena reversa ou prótese sintética. Conclusão: O tunelizador metálico maleável moldável pode ser utilizado com segurança e apresenta vantagens nas cirurgias de revascularização dos membros inferiores isquêmicos e possivelmente em outros territórios vasculares isquêmicos. Sua versatilidade e baixo custo de produção podem levá-lo a substituir os tunelizadores rígidos utilizados na atualidade.

Palavras-chave

Enxerto, membro inferior, ponte, isquemia

Abstract

Background: Bypass surgery for lower limb ischemia involves the creation of a tunnel for accommodating the vascular graft. Tunnel shape and length depend on the site chosen for proximal and distal anastomosis. Tunnelers currently employed are rigid metallic cylindrical structures. Objective: To test the use of a moldable universal metallic tunneler in bypass surgeries for lower limb ischemia. Methods: The assessed tunneler is a hybrid, modular, cylindrical structure made of moldable stainless steel wire, with a handle on the proximal end, a tapered distal tip with two interchangeable diameter options on the distal end, and an outer cylindrical polyethylene sheath. The same tunneler was used in all bypass surgeries for lower limb ischemia, regardless of type, shape, and length of the graft chosen. Results: Tunneler moldability and deformation capacity made it possible to adapt and use the same device in combination with several different types of grafts. The tapered distal tip with two diameter options allowed the tunneler to be used in surgeries performed with both reversed saphenous vein and synthetic graft. Conclusion: The soft moldable universal tunneler tested in this study can be used safely and proved beneficial in bypass surgeries for lower limb ischemia. The versatility and low production cost involved may lead to replacement of the rigid tunnelers currently employed.

Keywords

Graft, lower limb, bypass, ischemia

References

Parsonnet V, Driller J. A tunneler for bypass vascular surgery. Arch Surg. 1973;106:236-7.

Blumenberg RM, Gelfand ML. A simple and inexpensive tunneler for use in peripheral vascular surgery. Surgery. 1974;75:305-7.

Owens CD, Ho KJ, Conte MS. Lower extremity vein graft failure: a translational approach. Vasc Med. 2008;13:63-74.

Mouton WG, Otten KT, Fitridge RA. Proximalized lateral tunnel for the bypass to the dorsalis pedis artery: a safe way to go. Thorac Cardiovasc Surg. 2001;49:245-6.

Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)"> Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV)">
5de15be60e8825e04e4ce1d5 jvb Articles
Links & Downloads

J Vasc Bras

Share this page
Page Sections